Home » Destaque » ENERGIA RENOVÁVEL: BNDES aprova crédito de R$ 2,7 bilhões para LTs em Minas Gerais
ENERGIA RENOVÁVEL: BNDES aprova crédito de R$ 2,7 bilhões para LTs em Minas Gerais

ENERGIA RENOVÁVEL: BNDES aprova crédito de R$ 2,7 bilhões para LTs em Minas Gerais

Empresa implantará linhas de transmissão e subestações que vão escoar energia do ES e RJ e fazer a interconexão com eólicas do NE

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 2,76 bilhões para a Mantiqueira Transmissora de Energia S/A. Os recursos serão utilizados na implantação de linhas de transmissão de energia elétrica e subestações localizadas no Estado de Minas Gerais. O valor total do projeto é de R$ 3,4 bilhões e deverá gerar 4 mil empregos diretos e 10 mil indiretos, durante a sua implantação, conforme estimativa da empresa. Após a conclusão, o total de empregos será de 250, sendo 70 diretos e 180 indiretos. Esses investimentos vão beneficiar 41 municípios mineiros.

“Com mais esta boa notícia para o setor elétrico, só tenho a comemorar! Tenho lutado para a expansão das linhas de transmissão em nosso Estado, especialmente no Norte de Minas, através de requerimentos junto à Aneel e EPE, encarregadas desse planejamento, para inclusão da nossa região nos próximos leilões federais de Lts”, afirmou o deputado Gil Pereira, que preside a Comissão das Energias Renováveis e dos Recursos Hídricos da ALMG.

Previsão

O sistema de transmissão (linhões) deve acompanhar o crescimento previsto na geração de energia renovável, sobretudo solar fotovoltaica, evitando-se um entrave à implantação das novas plantas, projetadas ou em implantação em dezenas de municípios norte-mineiros. O objetivo é assegurar que a energia chegue aos consumidores em geral e às empresas, gerando empregos e renda.

A aprovação do financiamento de R$ 2,76 bilhões para LTs e subestações em Minas Gerais, empreendimento apoiado pelo BNDES, é considerado estratégico no planejamento da expansão da oferta de energia elétrica no país, principalmente de origem sustentável.

O funcionamento dessas novas linhas viabilizará o escoamento de geração de energia, sobretudo renovável, de cerca de 11 GW, em Minas Gerais. Está previsto, também, aumentar o escoamento de energia de usinas do Espírito Santo e Rio de Janeiro. Outro benefício do projeto é o fortalecimento da interligação de parques eólicos da Região Nordeste para a Região Sudeste do país. Além disso, o projeto vai melhorar o atendimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte e do Estado do Espírito Santo, em conjunto com a Região Leste mineira.

O empreendimento apoiado pelo BNDES é considerado relevante no planejamento de expansão da oferta de energia elétrica nacional, principalmente renovável, previsto nos Planos Decenais de Energia da Empresa de Pesquisa Energética.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*