Home » Destaque » Energia Absolar projeta fonte solar liderando matriz em 2040
Energia  Absolar projeta fonte solar liderando matriz em 2040
Gil Pereira (deputado estadual PP/MG)

Energia Absolar projeta fonte solar liderando matriz em 2040

A potência instalada fotovoltaica do país, impulsionada pelos parques solares (usinas de maior porte) e pela geração distribuída (produção de eletricidade no local de consumo, por consumidores menores, com painéis fotovoltaicos), é hoje na ordem de 1.613 MW, tendo recentemente atingido 1% de participação na matriz elétrica nacional. Porém, é esperado um salto para o setor. Conforme a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), em 2040 a fonte solar alcançará cerca de 126 mil MW, conquistando o posto de primeira fonte no ranking da matriz, com 32% de participação, superando a hidreletricidade, que terá 29%.

“O estado que mais tem aproveitado essa alternativa no país é Minas Gerais, com 103,4 MW de energia solar de capacidade em projetos de geração distribuída, seguido do Rio Grande do Sul, com 70,2 MW. Resultado do nosso trabalho de incentivo ao setor desde 2013, como secretário de Estado, parlamentar e presidente da Comissão de Minas e Energia da ALMG (2015/2016)”, destacou o deputado Gil Pereira.

O presidente-executivo da entidade, Rodrigo Sauaia, prevê que em um futuro, não muito distante, será inconcebível construir um edifício, uma residência ou um prédio público e não incluir um sistema de geração de energia solar, porque será tão barato que não fará sentido não aproveitar essa solução. No mundo, a capacidade instalada de energia solar é de 402,5 mil MW, sendo que, no ano passado, cresceu 98 mil MW. O presidente-executivo da Absolar frisa que, enquanto o uso da geração solar vem aumentando, o preço de produção vem caindo no âmbito global. Na década de 1970, 1 watts solar custava cerca de US$ 76,00 e atualmente esse valor baixou para em torno de US$ 0,30.

Jornal do Comércio – Porto Alegre (12/12/18)

Jefferson Klein, de São Paulo

Saiba mais…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*